Relacionamento saudável: um objetivo possível

Atualizado: 11 de Jul de 2018

Entenda como podemos melhorar o relacionamento a dois e viver o amor com equilíbrio e saúde emocional.



O romantismo e as declarações de afeto tomam conta dos casais apaixonados em datas especiais, não é mesmo? Mas e nos outros dias do ano, como os casais têm vivenciado a experiência a dois?


Um relacionamento amoroso, seja ele um namoro ou casamento, é formado por duas pessoas de origens, culturas e personalidades diferentes, fato que exige a integração de um item essencial às relações: a comunicação. Dialogar a respeito das experiências, expectativas, planos e sonhos é parte essencial na construção do casal.


Ao mesmo tempo, o espaço para que cada um vivenciei a individualidade, é igualmente essencial na vida a dois. Antes de marido, esposa, namorada, namorado somos indivíduos, e nos conhecer como ser individual, identificando nossas fraquezas, forças e também nossos sonhos e objetivos particulares é fundamental. Para sermos dois, precisamos, também, saber ser um.


Embora, o processo de autoconhecimento seja constante, boa parte de quem somos e de nossos objetivos podem ser mapeados e identificados para então, iniciar um relacionamento sabendo o que queremos e buscamos para nossa vida. Quando já estamos em um relacionamento, podemos descobrir, também na relação com o outro, as questões individuais que muitas vezes deixamos de lado ou que nem sabíamos que existiam.


A presença de ciúmes, inseguranças, medos e dependências são sinais de questões individuais mal resolvidas que podem ser tratadas no processo psicoterapêutico para melhora da qualidade de vida tanto do indivíduo quanto do casal, como explica a Dra. Regiane Martins de Oliveira Sabú (CRP – 08/25295). “Muitos incômodos que estão presentes no cotidiano do casal podem ser sintomas de situações vivenciadas no passado e não elaboradas que se (re)apresentam no relacionamento a dois. Ao tratar o relacionamento é possível ressignificar as experiências afetivas e elaborar as dores emocionais que deram origem aos conflitos do casal, fortalecendo a identidade de cada um e do casal concomitantemente”.


Além do autoconhecimento, do respeito à individualidade e a forte presença da comunicação, seguem algumas dicas para viver em harmonia com o seu amor: empatia, compreensão, capacidade de surpreender e se renovar, além da presença de admiração. Essas são algumas características que podem melhorar seu relacionamento e facilitar a experiência autêntica e espontânea do amor.

54 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo